Ser enquanto vamos sendo….

Adoro observar as pessoas quando fico em estado de espera (é mais fácil estar atrasada, mas…), fico imaginado como elas pensam, quais os seus sonhos, o que elas esperam da vida. Gosto de observar seus gestos, como conversam e isso sempre me distrai, me tiram da agonia da espera. Sempre fui só, não por falta […]

Leia mais Ser enquanto vamos sendo….

Amanheceu….

Quando este post sair, vou estar viajando, voando rumo ao sul, como os pássaros migrantes, procurando novos verões para construir. Passei a tarde andando pelo centro de Teresina, suando, com calor, mas tudo parecia tão bonito, tão calmo, tão quente e confortável. Pelos caminhos conhecidos que o escort sabe decorado, as ruas, avenidas, nos abraços […]

Leia mais Amanheceu….

Samira

2005. Primeiro dia de aula, bolsa vermelha de lado com o nome da escola, sentada na frente do portão, cabelos bem cacheados presos, lá estava ela, nem imaginava que 4 meses estudando juntos se transformaram num amor pra vida toda, uma irmã de outra mãe, com o aniversário um dia antes do meu. Assim como […]

Leia mais Samira

Deixa ser, deixe estar…

Quando pensamos demais, ou racionalizamos demais todas as coisas, vamos contaminando a mente com ilusões, com falácias, vamos tentando controlar tudo o que acontece na nossa vida. E aí reside toda sorte de comportamentos negativos, das decepções, dos mal entendidos. Sempre julgamos com as lentes sujas, cheias de ego e de orgulho ferido. Quando se […]

Leia mais Deixa ser, deixe estar…

A última caixa de sertralina 

Na montanha de coisas desnecessárias acumuladas num canto empoeirado, uma caixa pesada cai e espalha displicente entulhos e memórias descartáveis e dentre elas uma pequena caixa laranja. Ali inerte, minha própria caixa preta,  que esparrama lembranças e fraquezas recém curadas de um passado recente. A última caixa de cloridrato de sertralina, a caixa que não […]

Leia mais A última caixa de sertralina 

De onde você é?

De onde você é? Essa pergunta sempre deu um nó na minha cabeça, nunca soube responder de onde  exatamente. Ainda não sinto completamente o local exato de onde eu sou. Me sinto nômade, de lugar nenhum, de todos os lugares. Desde antes de nascer, na barriga da minha mãe, eu já estava mudando de cidade, […]

Leia mais De onde você é?